HIGIENIZAÇÃO DE ALIMENTOS
Procedimentos frente aos riscos de contaminação de alimentos

Publicidade
A contaminação ocorre quando os microrganismos são transferidos de um local para o outro, através de utensílios, equipamentos, mãos, panos, inclusive entre os próprios alimentos.

A possibilidade de contaminação deve ser levada em consideração por meio de contatos, direto ou indireto, ligados ao processo do alimento.

Assim em todas as fases do fluxo operacional, recomenda-se especial atenção para as seguintes recomendações:
. Atentar para não ocorrência de contaminação entre vários gêneros de alimentos, durante o armazenamento e manipulação.
. Garantir a higiene ao manipular gêneros de diversas naturezas: lavar e desinfetar a área de trabalho, equipamentos e utensílios entre uma atividade e outra.
. Utilizar facas e placas de polipropileno diferentes e distintas para manipular alimentos crus e cozidos.

Dar especial atenção aos procedimentos a seguir exemplificados, típicos de contaminação os quais deverão ser prevenidos, reduzidos ou eliminados:
alimento cru (sem higiene ou "in natura") em contato com alimento pronto para consumo, como por ex.: salsa utilizada para decoração.
alimentos "in natura" entre si, como por ex.: quebrar ovos juntos, um sobre o outro, no mesmo recipiente;
utensílio sujo junto com outro limpo, como por ex.: faca suja sobre placa de polipropileno limpa;
mãos, utensílios ou equipamentos que entram em contato com alimento pronto para consumo, sem prévia higienização;
facas afiadas no mesmo afiador (fuzil) utilizado para outras facas, quando não realizada a adequada higienização das facas e do próprio afiados a cada uso.


Fonte: Equipe Portal Nutrição
                         
Publicidade/Links patrocinados
SAIBA MAIS...
Sobre o Portal Nutrição  Fale conosco  Anuncie
©2004 . Todos os direitos reservados.