HIGIENIZAÇÃO DE ALIMENTOS
Procedimentos para o transporte de alimentos

Publicidade
O transporte de alimentos prontos para o consumo deve obedecer as normas técnicas que possam garantir as qualidades nutricional, sensorial, microbiológica e físico química dos produtos. Desta forma, os meios de transporte de alimentos destinados ao consumo humano, refrigerados ou não, devem garantir a integridade e a qualidade a fim de impedir a contaminação e a deterioração do produto.

Obviamente, esta etapa somente poderá assegurar a qualidade desejada quando os alimentos forem manipulados e processados nas etapas anteriores, seguindo as recomendações técnicas necessárias. Assim, os alimentos devem ser transportados em condições que evitem a contaminação ou a recontaminação, ou ainda a multiplicação dos microrganismos eventualmente presentes. Para isso é fundamental o controle da higiene, da temperatura e do tempo de transporte.

1 - RECOMENDAÇÕES GERAIS

Não transportar, conjuntamente com alimentos prontos:
produtos alimentícios crus;
pessoas e/ou animais;
substâncias estranhas à preparação;
produtos tóxicos.

NOTA:
Excetuam-se dessa exigência, os alimentos embalados em recipientes hermeticamente fechados, impermeáveis e resistentes, salvo com produtos tóxicos.

Utilizar meio de transporte cuja cabine seja isolada da parte que contém alimentos.
Fazer constar nos lados direito e esquerdo do veículo, de forma visível, dentro de um retângulo de 30 cm de altura por 60 cm de comprimento os dizeres: Transporte de Alimentos, Nome, Endereço, Telefone da empresa e Produto Perecível (quando for o caso).

Manter o veículo de transporte de alimentos em perfeito estado de conservação e higiene: a limpeza e a desinfecção devem ser efetuados de acordo com as recomendações da Portaria CVS 15 de 07/11/91.

Garantir que o transporte de produtos perecíveis ocorra em material liso, resistente, impermeável e atóxico, lavável, aprovado pela autoridade sanitária. Deve-se utilizar prateleiras e estrados removíveis, quando a natureza do alimento assim exigir.

Assegurar que os materiais utilizados para proteção e fixação da carga Cordas, encerados, plásticos e outros) não representem fonte de contaminação ou dano para o produto, devendo os mesmos serem desinfetados juntamente com o veículo de transporte.

Fonte: Equipe Portal Nutrição
                         
Publicidade/Links patrocinados
SAIBA MAIS...
Sobre o Portal Nutrição  Fale conosco  Anuncie
©2004 . Todos os direitos reservados.