ARTIGOS
Alimentos diet e light: conheça as diferenças

Publicidade
A indústria de alimentos com o objetivo de disponibilizar alimentos para pessoas que tenham restrições ao consumo normal de alimentos, lançam periodicamente novos alimentos com a denominação light e diet.

Através de inúmeros acessos à sua sua home page, de pessoas que tem dúvidas sobre diet e light , é que o INBRAVISA - Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária (www.inbravisa.com.br)- INBRAVISA traz as devidas explicações , fornecidas por Rui Dammenhain, especialista em vigilancia sanitária:

Diet: Indica que determinado nutriente açúcar, gordura, proteína ou sódio foi substituído. O açúcar, por exemplo, é substituído por um tipo de adoçante e o sal (cloreto de sódio) é trocado pelo cloreto de potássio.

Light: Utilizado para alimentos que tiveram redução de pelo menos 25% de qualquer um dos ingredientes normais. Ou seja, "light" não significa a eliminação total de calorias. Produtos light não devem ser usados por diabéticos, por exemplo, pois mesmo em quantidade reduzida, possuem açucar na sua fórmula.

Outra denominação que começa a ser introduzida no mercado é a categoria dos alimentos funcionais, que são alimentos que prometem ajudar na prevenção e tratamento de doenças, como se fossem remédios, ou trazem algum benefício para o consumidor. Em geral são enriquecidos de vitaminas, sais minerais, ácidos etc. Temos como exemplo farinhas enriquecidas com ferro para prevenção da anemia.

Uma outra categoria , ainda não regulamentada pela ANVISA , são os alimentos Low carbs (do inglês "baixo carboidrato"), ou seja para produtos com porção reduzida de carboidrato. Em compensação eles têm mais fibras e substituem a glicose (açúcar) por adoçantes.

Fonte: Inbravisa - por Rui Dammenhain
  
Publicidade/Links patrocinados
SAIBA MAIS...
 
 
Sobre o Portal Nutrição  Fale conosco  Anuncie
©2004 . Todos os direitos reservados.